«The Next Day», David Bowie


O dia seguinte de David Bowie deixou de ser o próximo grito de novidade para passar ser um exercício de auto-citação e de balanço de uma história em que a nostalgia se centra em Berlim. Pelo contexto, um dos álbuns mais importantes de 2013.

A surpresa de David Bowie chegou pela manhã. Era ele que fazia anos mas os presenteados foram todos os que seguem a cultura pop com atenção. O single «Where Are We Now?» cumpria o milagre decretado pelo biógrafo Paul Trynka à data da publicação de «Starman» no Verão de 2011.

A surpresa chegava da única forma possível. Contornando as regras do mexerico, da sobrecarga de opiniões e overdose de conteúdos. Se alguém um dia defendeu que o que não está na Internet não existe, Bowie explicava como é possível gravar em segredo durante dois anos sem que uma única palavra transpirasse.

Esse foi o prólogo de «The Next Day», álbum que interrompe um hiato editorial de dez anos, apenas pontuado por edições ao vivo e reedições. Na sua essência, é um exercício de auto-citação em que revêm momentos históricos da sua obra, como a residência berlinense na segunda metade de 70.

Não é um álbum perfeito porque é demasiado longo mas, ainda assim, melhor do que os que o precedem: «Reality» e sobretudo o desinspirado «Heathen». O contexto torna-o especial mas canções como os dois singles, a iconográfica «Where Are We Now?» e «The Stars (Are Out Tonight)», «(You Will Set) The World On Fire», «Dirty Boys» ou «If You Can See Me» são argumentos suficientes para legitimar este grupo de canções.

Nota-se que quis dar tudo aquilo que foi guardando na última década de anos - a edição de luxo tem 17 faixas - mas é desculpável num disco de quem demonstra sentidos despertos para o mundo, um olhar interior profundo e o sentido de humor na interpretação da história. Bowie ainda tinha uma palavra a dizer. E disse-a. Se forem as últimas registadas em álbum, a história poderá dormir descansada.

David Bowie

«The Next Day»

Columbia/Sony Music

 

Davide Pinheiro


 



  • Imprimir
  • Partilhar

Comentários

Todos os comentários estão sujeitos a moderação. O DiscoDigital reserva-se o direito de apagar os comentários que não cumpram as regras de utilização. Os comentários publicados são da exclusiva responsabilidade dos seus autores.